Vitaminas e cereais na musculação


Os adeptos da musculação estão muito acostumados, em geral, a procurar informações sobre alimentação que possa melhorar os resultados obtidos com os treinos. Infelizmente, a maioria deles foca-se na questão dos carboidratos, lipídios e proteínas, mas as vitaminas e minerais ingeridos na dieta são tão importantes quanto.

Para que os resultados alcançados com os exercícios sejam otimizados, entenda a importancia as vitaminas e minerais para musculação.

Vitaminas do complexo B

As vitaminas do complexo B são importantes para manter em pleno funcionamento a síntese no organismo. Sem elas a ativação de enzimas pode ser prejudicada, reduz-se o metabolismo dos BCAAs , há piora da oxigenação corpórea e dificuldade de metabolização do ferro, entre outros.

As principais fontes de onde pode se obter as vitaminas do complexo B, são: ovos, oleaginosas, leite, carne vermelha e branca, entre outros.

Vitamina A

A vitamina A além de ajudar na visão é muito importante na síntese de proteínas, o que auxilia o crescimento muscular e a produção de glicogênio pelo organismo, que permite ao corpo ter mais energia para enfrentar treinos de alta intensidade.

As fontes de onde pode se obter a vitamina A, são: leite, fígado, cenoura, couve, entre outros.

Vitamina E

A vitamina E é um excelente antioxidante, o que é muito importante para recuperação muscular.

As principais fontes de vitamina E, são: óleos vegetais, folhas Verdes, cereais enriquecidos, entre outros.

Vitamina D

A vitamina D ajuda para que as contrações musculares sejam potencializadas durante os exercícios, através da absorção de cálcio e fósforo.

A principal fonte de onde se obter a vitamina D é o leite.

Vitamina C

A vitamina C é importante no crescimento das células musculares, além de um excelente oxidante que ajuda na absorção de ferro e na formação da testosterona.

As fontes de onde se obter a vitamina C são principalmente as frutas cítricas.

Zinco

O zinco ajuda manter o sistema imunológico que pode ser afetado por treinos de alta intensidade.

Principais fontes de zinco, são: ostras, carnes vermelhas, entre outros.

Selênio

Além de seu poder diferenciado como antioxidante, o selênio auxilia na redução das dores musculares pós treino.

Principais fontes de selênio são: fígado, farelo de trigo, entre outros.