Como Ganhar Massa Muscular sem Engordar?


Para ganhar massa muscular não há outro caminho a ser seguido: é preciso apostar em uma dieta hipercalórica e se dedicar a um programa de musculação voltado para esse objetivo – o famoso bucking. Mas eis que surge a maior dúvida: será que a dieta hipercalórica não vai proporcionar também ganho de gordura corporal? É claro que não há como desviar totalmente desse aspecto, mas vamos esclarecer alguns pontos importantes em relação a isso.

É Possível Ganhar Massa Muscular sem Ganhar Gordura?

Quando se treina para ganhar massa muscular seguindo uma dieta hipercalórica, é completamente normal que os níveis de gordura do corpo também aumentem. Isso porque no processo de ganho de massa magra você deve consumir um excedente de calorias que sirva como base para a síntese proteica. O corpo acaba não aproveitando 100% de todos as calorias para isso, e o restante acaba resultando em gordura armazenada.

Foco no Ganho Muscular

Concentre-se em ganhar volume muscular primeiro, para só depois fazer o cutting – reduzir o percentual de gordura. Isso porque é muito mais fácil para o corpo queimar gordura quando o volume muscular corporal é maior, pois possui mais energia e metabolismo acelerado.

Alimentos que Fazem Parte de uma Dieta Hipercalórica

Não vá pensando que uma dieta hipercalórica é baseada apenas em comer muito ou tudo o que vê pela frente. Ela é composta por alimentos rico em carboidratos fibrosos, proteínas magras e gorduras que são benéficas para o corpo. Você deve aumentas as calorias de sua dieta até certo ponto, cerca de 15 ou 20% a mais que o necessário para manter o seu peso atual. É importante se alimentar a cada 3 horas e beber muita água! Aposte nos seguintes alimentos:

      • Amêndoas – dois punhados por dia podem servir de lanche, ajudando a aumentar sua massa muscular. A vitamina E presente nas amêndoas é responsável por combater radicais livres que são produzidos ao fazermos exercícios de alta intensidade;
      • Batata-doce – por possuir baixo índice glicêmico, ao consumir batata-doce o corpo libera energia mais lentamente, o que faz com que o pique para o treino seja mantido por muito mais tempo;
      • Feijão, lentilha e outras leguminosas – consuma ao menos uma porção de qualquer leguminosa por dia. O feijão, por exemplo, é responsável por inserir em nosso corpo um aminoácido chamado lisina, que é responsável, dentre outros efeitos, por ajudar no controle do peso;
      • Frango, salmão, carne vermelha, clara de ovo – fontes naturais de proteínas;
      • Queijos;
      • Pães integrais;
      • Pasta de amendoim;
      • Tapioca;
      • Iogurte;
      • Azeite de oliva.

Não esqueça de incluir em seu treino duas a três sessões de cardio durante a semana, para ajudar a combater o ganho de gordura!